08/12/15

“ O amor é assim …” – Capítulo 10

No último capítulo:
Rodrigo
 Estar a assistir a tudo e não a conseguir ajudar, é horrível, a polícia estava a tentar falar com ele, quando a Margarida decide fugir, mas não conseguiu, a polícia preparava-me para se aproximar deles quando de repente vejo a Margarida a cair ao chão.

- Margaridaaaa ….

**********************************************************************
 Corri para ela, o Afonso tinha-a esfaqueado e empurrou-a com uma violência que um carro acabou por atropela-la, a polícia agiu logo e conseguiu prende-lo finalmente.
Os bombeiros prestavam os primeiros socorros, o estado dela é muito grave, senti-me um inútil por não a ter conseguido ajudar.
  Um polícia aproximou-se de mim …

- Tem calma rapaz, ela vai ficar bem.
- Eu podia ter evitado isto, eles começaram a discutir na praia … - Disse tristemente.
- Vais ter de ir prestar declarações à esquadra.
- Eu queria ir com ela para o hospital.
- E podes ir, passas amanhã na esquadra?
- Sim, muito obrigada.
- Tens de me dar só o teu nome e o teu contato.
- Rodrigo Lopes e o número é 91 …
- Até amanhã e força.

 Aproximei-me de novo dela e perguntei se a podia acompanhar na ambulância, disseram-me que sim, ela ainda não reagia.
Entramos finalmente na ambulância, sentei-me na cadeira e dei-lhe a mão, eu sei que ela vai ficar bem e eu vou estar aqui para tudo.
 Estávamos quase a chegar ao hospital quando a máquina a que ela estava ligada começou a apitar, larguei-lhe a mão e rapidamente a médica e a bombeira começaram a fazer as manobras de reanimação, graças a deus ela voltou a si.
Chegamos ao hospital, acompanhei-a até chegarmos à triagem, depois mandaram-me ficar na sala de espera.
  Já se tinha passado meia hora quando vejo os pais da Margarida a aproximarem-se de mim.

- Rodrigo, sabes o que se passou?

- Sei, eu vi tudo, tentei ajudar, mas não consegui, eu vim com ela na ambulância mas mandaram-me esperar aqui

- Nas informações disseram-me que ela estava a ser operada à barriga mas não me disseram mais nada.

- Sentem-se, eu conto-vos tudo, eu amanhã de manhã vou prestar declarações à polícia.

- Tudo começou na praia, eu tinha combinado ir surfar com ela.

- Ela disse-me, saiu de casa tão feliz.

- O Afonso apareceu já nos tínhamos surfado e começou a fazer uma cena de ciúmes, discutiram muito, até que ela virou-lhe costas e saiu da praia, ele correu atrás dela e eu com medo do que pudesse acontecer fui atrás dos dois.
Mas quando cheguei à estrada já só vi muita gente e quando olhei vi o Afonso a apontar-lhe uma faca, tentei aproximar-me mas ele ameaçou-a a mim, tentei convence-lo a larga-la, mas ele não o fez, entretanto chegou a polícia e tentou fazer com que ele a largasse.
 Foi quando iam intervir que a Margarida deu um pontapé ao Afonso e ele esfaqueou-a e depois empurrou-a e ela acabou por ser atropelada por um carro. – Uma lágrima escorreu-me pela minha cara.

- Meu deus, eu avisei-a tantas vezes, a minha menina.

- O estado dela é muito grave, mas temos de ter fé, eu vou estar sempre do vosso lado, podem contar comigo.

- Tu és um bom amigo Rodrigo, muito obrigada por não a teres deixado sozinha.

- O importante é que ela agora fique bem e que ele foi preso.

- Ele vai arrepender-se do que fez à minha filha. – Disse furiosamente o pai.

 - Agora estou é preocupada com a minha filha, mas quando ela estiver bem, ele não sabe com quem se foi meter, ele vai pagar por isto.

- Depois convém é passarmos na polícia os dois também.-Disse o pai.

  Esperamos cerca de três horas sem sabermos nada dela, quando apareceu uma médica à nossa beira.

- A minha filha como está doutora?

- Os senhores são os pais da Margarida Rodrigues?

- Sim sou a mãe chamo-me Sofia.

-E eu o pai, Pedro.

- Bem, vamos ao que interessa, peço desculpa por vos ter deixado aqui sem saberem da vossa filha, mas a minha prioridade era a Margarida.
 Ela foi operada à barriga pois devido à facada tinha uma hemorragia interna muito grave, mas conseguimos resolver com a operação, mas o estado dela é muito grave, ela tem uma lesão muito grave na coluna …

- A minha filha pode não voltar a andar? – Gritou desesperadamente.

- Temos de lhe fazer mais exames, mas a Margarida vai ter um longo caminho pela frente para recuperar e voltar a andar, para já não a podemos operar pois primeiro tem de recuperar desta operação, mas vamos fazer de tudo para ela ficar bem.

 - Muito obrigada doutora, quando a podemos ver?

- Daqui a pouco ela vai passar para o quarto, aí podem ir vê-la mas peço-vos para ir uma pessoa de cada vez e se ela acordar tentem não falar muito pois ela precisa de descansar.

- Pode ficar descansada doutora, muito obrigada pelo que está a fazer pela nossa filha.

- É o meu trabalho, mas faço-o com todo o coração, quando a puderem ir ver eu mando alguém vir chamar-vos.
- Ela vai ficar bem, sempre foi uma rapariga muito forte- Disse-o encorajando os pais dela.

- Muito obrigado querido, se quiseres podes ir vê-la também. – Disse agradecendo-me a mãe.

- Quero ir vê-la sim, agora temos é de esperar e ter muita força que ela vai precisar de todos nós.

 Ficamos à espera que nos viessem chamar e passado um pouco foi o que aconteceu, levantamos-nos os três e caminhamos lentamente pelos corredores do hospital que aos meus olhos era cinzento e triste.

*******************************************
 Bom dia meus amores, desculpem pela demora em publicar o capítulo, mas como sabem a minha prioridade é a minha saúde e agora quero é vencer esta maldita doença.
 Espero que tenham gostado do capítulo, foi o que mais me custou a escrever a nível emocional.
  E agora o que irá acontecer? Será que Margarida vai recuperar?
Um ótimo dia a todas e mil obrigadas, vocês são fantásticas.

7 comentários:

  1. É mesmo, querida :)
    Adorei!!!

    NEW FASHION POST | Basic Clothes For Winter: Men and Woman

    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Já estou curiosa para o próximo capitulo.
    Que tenhas um ótimo dia Catarina :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Curiosidade no máximo!

    r: Muito obrigada *.*

    ResponderEliminar
  4. Curiosidade. Cuida de ti, acima de tudo.

    ResponderEliminar
  5. Ai eu espero que ela recupere sim!!!

    ResponderEliminar
  6. Espero que ela fique bem rápido :/

    ResponderEliminar