11/04/15

Estou triste ...

  Estou triste, saiu tudo errado, só faço tudo mal, não consegui entender os malditos papéis dos pedidos e basicamente chamou-me de burra e disse que não servia e ligou á minha mãe para me ir buscar … Só me apetece chorar, será que não sirvo para nada?
Ainda disse que depois ligava para eu ir num dia com menos movimento a ver se aprendia com calma, mas sinceramente a maneira que falou para mim, tirou-se a vontade que tinha, eu estava a esforçar-me, não merecia isto.

17 comentários:

  1. Pois não merecias. As pessoas demoram tempo a adaptar-se. E essa criatura que te disse isso e te fez sentir assim é uma idiota chapada sem um pingo de bom senso e inteligência. Tu serves para muita coisa. És boa em muita coisa. Só ainda não percebeste no quê. E isso é normal. Demora o seu tempo. Confia na vida. Vais encontrar um trabalho que te faça feliz. Não desistas*

    ResponderEliminar
  2. Oh querida! Tem calma, há momentos injustos.

    ResponderEliminar
  3. A sério. Essa criatura é completamente anormal. Não te sigo há muito tempo e não li os posts antigos, mas não me pareces ser nada disso que pintaste neste post. Pelo contrário: activa, persistente, motivada, esforçada... e muitas outras coisas. Às vezes a vida dá-nos estas coisas menos boas porque para nós estão destinadas coisas melhores. Confia, acredita, luta! Porque tu mereces :)

    ResponderEliminar
  4. Oh linda, não te sintas culpada por nada. Afinal era o teu primeiro dia! Como é possível essa senhora, sem o mínimo de respeito, falar assim contigo? Estavas a aprender, é mais que normal cometer erros visto que não conheces os cantos às coisas. E mesmo que conhecesses, não tinha o direito de se dirigir assim a ti.
    Vá, não te deixes ir a baixo, força!

    ResponderEliminar
  5. Há pessoas que se esquecem que para chegar onde chegaram também tiveram que aprender. É injusto agir assim contigo quando ainda estás a aprender. Não deixes que esta situação ponha em causa o teu valor, porque o tens, a pessoa em questão é que ficou a perder. Não desistas, força!

    ResponderEliminar
  6. Oh querida, isso é algo que leva tempo. Não ligues a essa besta (sim, porque quem trata assim alguém que está a aprender só pode ser uma besta). Vais ver que vai correr melhor. Muita força!!

    ResponderEliminar
  7. Lamento imenso Catarina :(

    ResponderEliminar
  8. Não merecias, mas os patrões por vezes são assim e acho que se receberes outra oportunidade de aprender com mais calma deves voltar a tentar e mostrar o que vales! Depois decides se é um trabalho para ti ou não :)

    ResponderEliminar
  9. r: ainda bem querida, bom domingo :)

    ResponderEliminar
  10. Mas agora não podes desistir, talvez esse trabalho não seja adequado às tuas capacidades, mas sorri porque lágrimas não curam nada. E talvez num dia com pouco movimento te safes melhor e aí tu verás e esse que te chamou de burra também verá que tu mereces o trabalho.

    ResponderEliminar
  11. Não desistas e muita força! :)

    xoxo, Sofia Pinto
    Morning Dreams | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  12. Não desistas, por favor nunca desistas, acho que a tua patroa foi um pouco, para não dizer muito, mazinha. Ninguem nasce ensinado. Força.
    Beijinhos.
    http://coisinhasdamiia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Transforma isso em força e não desistas!

    ResponderEliminar
  14. Ninguém tem o direito de nos chamar nomes. Fizeram-me o mesmo, e até gritaram comigo no meu estágio profissional e as coisas correram muito mal a partir daí. Depois disso voltaram a chamar-me mas eu recusei. Era infeliz lá, era mal tratada e por muito que os tempos estejam difíceis sei que se aceitasse voltar seria muito mais infeliz. Agarra-te a isso e luta por ser melhor, por esfregares na cara dessa gente que até és bastante boa no que fazes! Força

    ResponderEliminar
  15. É normal que se não conhecias aquilo não entendesses tudo a primeira, só com prática se chega lá, e ninguém tinha o direito de te chamar nomes por isso. Vais ver que arranjas bem melhor.

    ResponderEliminar